Brasil: sitio web sobre la reforma política recibió 16 mil visitas en una semana

O site criado pela Câmara para receber propostas populares sobre a reforma política recebeu 16 mil visitantes em uma semana de funcionamento, segundo balanço divulgado pelo grupo de trabalho que discute o assunto. No período, foram 64 mil acessos à página www.edemocracia.leg.br, mais de mil internautas participaram com sugestões e opiniões e 113 tópicos de debates foram criados. Além disso, 126 ideias para a reforma política receberam 14 mil votos.

As ideias mais populares recebidas na enquete foram a criação de mecanismos para regular e limitar os salários dos parlamentares; o fim do voto obrigatório no país; o fim das regalias pagas aos parlamentares, como a cota parlamentar de gabinete, auxílio-moradia e para pagamentos de assessores e verba para passagens aéreas. O fim de cargos comissionados e a abertura das votações na Câmara e no Senado também estão entre as ideias que receberam mais apoio no site.

Do total de visitantes, 16,05% que entraram no site estavam na cidade de São Paulo. Em seguida vem Brasília, de onde foram feitas 11,22% das visitas. O Rio está em terceiro, com 8,71% dos visitantes, seguido por Belo Horizonte (6,75%) e Salvador (4,35%).

Na semana passada, o coordenador do grupo, deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP) afirmou que evitará se basear em ideias que deram errado nos debates que se arrastam há anos sobre o tema no Congresso Nacional. Vaccarezza deu como exemplo a proposta que ele e o PT defendem, de financiamento público de campanhas eleitorais e o voto em lista (e não no candidato), para argumentar que não se pode impor nenhuma proposta que não tenha a concordância da maioria na Casa.

http://oglobo.globo.com/pais/site-sobre-reforma-politica-recebeu-16-mil-visitas-em-uma-semana-9307596