Governo do Rio Grande do Sul (Basil): Novo portal de notícias sobre América Latina e Caribe prioriza visão regional

Desde 25 de julho, está disponível na web o novo portal dedicado exclusivamente a notícias da América Latina e Caribe: oNodal – Noticias de América Latina y El Caribe. O site traz a proposta de transmitir as realidades da região a partir de uma visão regional, buscando a consolidação de uma agenda diferente, com uma nova marca profissional e ideológica.

Nodal propõe a reflexão do leitor, priorizando o processo de identificação e integração dos atores da região, e se define como uma alternativa aos grandes meios de comunicação tradicionais.

Patrocinado pela Fundação para a Integração Latino-Americana (FILA), o site terá atualização diária do conteúdo por meio de uma equipe liderada pelo renomado jornalista argentino e analista de política internacional Pedro Brieger, idealizador e diretor do Nodal. Colaborador dos principais veículos de mídia impressa, televisão e rádio da Argentina, em 2009, recebeu o prêmio de melhor noticiário da TV do país com seu programa “Visión 7 Internacional”.

Em maio de 2010, recebeu pelo segundo ano consecutivo o prêmio Martín Fierro, por melhor trabalho jornalístico em TV. Brieger é professor-titular e coordenador para assuntos do Oriente Médio na Faculdade de Ciências Sociais da Universidade de Buenos Aires, e autor de vários livros sobre temas internacionais.

Confira a entrevista que Pedro Brieger concedeu à Assessoria de Cooperação e Relações Internacionais (Acri):

Acri – Como surgiu a ideia de criar o site?

Brieger – Há muitos anos que venho pensando neste tema, porque a informação que circula sobre a América Latina em nossos países é gerada por agências de notícias europeias e norte-americanas. É difícil de compreender que a informação que temos sobre o que acontece em países vizinhos, como o Paraguai, seja através de agências de notícias da Espanha ou Itália, quando hoje, pela Internet, podemos ler a imprensa paraguaia, escutar sua rádio e ter acesso a muitos meios alternativos com conteúdo de qualidade.

Acri – Qual o papel desta ferramenta no atual cenário internacional?

Brieger – Permitir que se conheça sobre a região a partir de uma visão latino-americana e caribenha. Por isso a FILA, que trabalha com muitos temas de integração e se dedica à difusão das culturas latino-americanas e caribenhas, também participa do projeto.

Acri – O material é produzido por equipe própria?

Brieger – Com exceção de algumas notas de opinião, não há produção própria porque não somos uma agência de notícias. Nós selecionamos as notícias emitidas em toda região e a difundimos, com ênfase especial na integração. Nosso objetivo é modificar a agenda informativa que apresentam as grandes agências de notícias, que, em sua maioria, são europeias ou norte-americanas, e não lhes interessa muitos temas da região. Por exemplo, divulgamos um festival de música crioula da Dominica, um tema ignorado por essas agências, mas que para nós é importante. Dominica é parte de nossa região e queremos que se integre. Para isso, há que começar com a informação.

Acri – Quais são suas perspectivas de repercussão do site?

Brieger – Queremos que se converta no site de maior consulta de toda região, justamente porque temos um olhar latino-americano e caribenho e nos interessa o que acontece em cada um dos países. Queremos que alguém na Jamaica se intere sobre o que acontece na política e cultura do Uruguai, e que alguém do Chile se informe sobre o que se passa em Trinidad e Tobago.

Acri – O intercâmbio de conteúdo está aberto aos veículos independentes, e aos governos do Rio Grande do Sul e Brasil?

Brieger– Certamente. A ideia é que em El Salvador, Jamaica ou México também se informem sobre o que acontece no Rio Grande do Sul. Por isso, as notícias que vocês difundem terão um lugar no Nodal.

 

http://www.relinter.rs.gov.br/conteudo/1541/?Novo_portal_de_not%C3%ADcias_sobre_a_Am%C3%A9rica_Latina_e_Caribe_prioriza_vis%C3%A3o_regional