Petrobras inaugura la mayor plataforma sumergible del país en la Cuenca de Campos

Plataforma P-55 da Petrobras entra em operação no campo de Roncador

A plataforma de produção P-55 da Petrobras, um dos projetos estratégicos do Plano de Negócios e Gestão 2013-2017 da estatal, entrou em operação na terça-feira (31), no campo de Roncador, na Bacia de Campos.

Ela será interligada a 17 poços, sendo 11 produtores de petróleo e gás e 6 injetores de água. A exportação de petróleo e gás natural da plataforma será realizada por dutos submarinos conectados à rede de escoamento de petróleo e gás da Bacia de Campos.

A plataforma foi projetada para processar 180 mil barris de petróleo por dia, comprimir 6 milhões m³ por dia de gás natural e injetar 290 mil barris de água por dia. A P-55 está instalada em local onde a profundidade é de 1.800 metros.

De acordo com a Petrobras, a plataforma pesa 52 mil toneladas, tem 10 mil m² de área e é a maior plataforma semissubmersível construída no Brasil e uma das maiores do gênero no mundo.

A obra da P-55 integra o Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) do governo federal. Segundo a estatal, a construção e a integração dos módulos da plataforma foram feitos integralmente no Brasil, o que contribuiu para que o índice de conteúdo local chegasse a 79%. As obras geraram cerca de 5 mil empregos diretos e 15 mil indiretos.

A nova unidade trabalhará em conjunto com as plataformas de produção P-52 e P-54, já instaladas no campo de Roncador, e com a plataforma P-62, que deixou na última segunda-feira (30) o Estaleiro Atlântico Sul, em Ipojuca (PE).

http://g1.globo.com/economia/negocios/noticia/2014/01/plataforma-p-55-da-petrobras-entra-em-operacao-no-campo-de-roncador.html