Lula da Silva diz que se “arrepende” da corrupção no Brasil; do jornal El Universal/Venezuela

O ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva disse que lamenta casos de corrupção em seu país e chamou de “imorais” julgamento político que acontecem com sua sucessora, a presidente Dilma Rousseff suspensa do mandato. Em entrevista ao programa de televisão espanhol “Weekly Report”, Lula da Silva também lamenta a perda de popularidade do Partido dos Trabalhadores (PT), Dilma e dele próprio, e não descarta concorrer novamente ao cargo de Presidente.

Lula disse também estar longe do populismo de Nicolas Maduro e Hugo Chávez na Venezuela. “Quando eu terminei o meu mandato, nem a oposição falou mal de mim. O legado da relação entre governo e sociedade é o que me deixa mais orgulhoso. Há pessoas que me odeiam, porque os pobres começaram a viajar de avião, comprar carros. Governar para os pobres. os deixou chateados “, diz Lula na entrevista. “A única coisa que estamos de acordo é em ter uma ação preferencial para cuidar dos pobres. Estou preocupado com a Venezuela. Eu tinha uma relação muito próxima com Chávez. Não temos nada a fazer, o Partido dos Trabalhadores é uma experiência única no mundo “, diz ele.

Sobre a situação no Brasil Lula acrescenta: … “Lamento casos de corrupção, gostaria que não tivesse existido As alegações de corrupção contra o PT mancham o partido. Há uma disposição para criminalizar os PT. Mas, o povo brasileiro sabe que nem tudo a imprensa diz é verdade “.

“A nossa democracia foi mortalmente ferido. O impeachment está na Constituição, mas essa razão é imoral para aplicar o impeachment na presidente Dilma”, acrescenta.

Sobre o seu futuro e a possibilidade de voltar a correr para a presidência: “Eu vou se eles tentarem desmontar o que fizemos. Se houver uma política capaz de destruir tudo o que fizemos para a inclusão social.”

felipevieira


Volver