Contexto Nodal
Brasil celebrará este domingo elecciones municipales. Unos 140 millones de brasileños están habilitados para concurrir a votar a alcaldes, vicealcaldes y concejales en los 5.568 municipios del país. La segunda vuelta está prevista para el 30 de octubre.

Lula tenta alavancar votos para Haddad na reta final da campanha em São Paulo

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tentou mais uma vez nesta terça-feira alavancar a candidatura para a reeleição de Fernando Haddad como prefeito de São Paulo.

Lula participou ontem na Casa de Portugal do lançamento do programa do governo de Haddad, que segue mal posicionado nas pesquisas de intenções de voto apesar do apoio do ex-presidente em recentes atos de campanha.

Com os gritos de “Lula, guerreiro do povo brasileiro”, o ex-presidente foi recebido pela militância do PT, movimentos sociais, partidos aliados e intelectuais que apoiam a reeleição de Haddad.

“Vejo o Haddad que eu e o PT adotamos para ser nosso candidato a prefeito e ele hoje conseguiu se superar”, declarou Lula, que defendeu a gestão de seu afilhado político, principalmente no campo da educação.

O atual prefeito foi ministro da Educação nos governos de Lula e de Dilma Rousseff.

“Qualquer pessoa sabe que não é possível melhorar a educação deste país se não houver dinheiro para fazer escolas e contratar professores. O problema da saúde é grave em todo Brasil e é preciso dinheiro. Por isso precisamos de prefeito sério e responsável”, destacou Lula.

Para o ex-governante, “Haddad faz frente aos que não sabem governar e vão vender patrimônio público para sustentar-se. Aos que vão fazer um pacote para vender o Banco do Brasil, a Caixa Econômica e a Petrobras”.

“Haddad é uma forma de enfrentar essa política. Se pensam que vão derrotar Haddad, vão cair do cavalo”, bradou Lula, apesar de as últimas pesquisas não favorecerem o candidato do PT.

As pesquisas são lideradas pelo empresário e apresentador João Doria, do PSDB, cujo apoio escalou nas últimas semanas até 30%, sete pontos percentuais a mais que o deputado Celso Russomanno, também apresentador e candidato do PRB.

A senadora e ex-prefeita Marta Suplicy, fundadora do PT e agora no PMDB, está no terceiro lugar com 15% das intenções de voto.

Haddad, apesar de uma leve subida, conta com o apoio de apenas 11% do eleitorado, segundo a última pesquisa publicada pelo Instituto Datafolha.

Noticias Terra


Resultado das eleições municipais sai até as 21 horas de domingo em SC, estima TRE

Com as votações abertas a partir das 8h nas 105 zonas eleitorais espalhadas pelos 295 municípios do Estado, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) pretende divulgar a lista completa dos mais de 2 mil novos políticos catarinenses as 21 horas deste domingo. A exceção ocorre somente para os candidatos ao executivo municipal das cidades com mais de 200 mil eleitores, e que terão votações em segundo turno.

Para dar mais segurança e agilizar o processo eleitoral, o TRE contará com o apoio de policias militares, civis e federais nas ruas e dentro de colégios eleitorais. Além disso, outras 5.800 novas urnas especiais para a biometria e quatro mil pessoas, entre servidores e técnicos ajudarão a contabilizar os votos em SC.

Impugnações

E faltado menos de uma semana para o pleito 2016, o TRE ainda trabalha nos processos eleitorais de impugnação e julgamentos. De acordo com o presidente do Tribunal, o desembargador Cesar Abreu, as sessões de julgamentos ocorrem, se necessário, até a noite de sábado.

— É compromisso da justiça que o eleitor vá às unas no domingo e tenha consciência de saber se o candidato já teve sua candidatura deferida ou não — afirmou Cesar.

Até às 23h desta segunda-feira 396 candidaturas foram indeferidas. Outros 251 recursos foram julgados e deferidos pela justiça e 118 seguem tramitando dentro do tribunal. Outros 12 registros seguem sem decisão e devem passar pela justiça eleitoral nos próximos dias.

DC