Presidente Temer lamenta mortes de PMs em queda de helicóptero no Rio

O presidente da República, Michel Temer, lamentou a morte de quatro policiais militares do Rio que morreram após a queda de um helicóptero na região da Cidade de Deus, na Zona Oeste do Rio.

“Lamentável a morte dos 4 PMs que cumpriam o seu dever durante operação no Rio de Janeiro. A minha solidariedade aos familiares e amigos”, destacou o presidente.

Em outra mensagem, ele reiterou a confiança no trabalho das forças policias. “Reitero minha confiança e apoio ao trabalho das forças policiais, sempre comprometidas no combate ao crime”, afirmou Temer.

Governador decreta luto

O governador do Estado do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, decretou luto oficial por três dias pela morte dos quatro oficiais da Polícia Militar.

“Reconhecemos e agradecemos a dedicação da Polícia Militar no combate ao crime e, em especial, dos policiais que perderam a vida no exercício de proteger e defender a sociedade. Expresso meus

sentimentos aos parentes e amigos dos militares. Vamos seguir em frente em defesa dos cidadãos fluminenses,” afirmou a mensagem do governador.

Queda de helicóptero

Dos quatro policiais que morreram na queda do helicóptero durante operação do Comando de Operações Especializadas (COE), na Cidade de Deus, Zona Oeste do Rio de Janeiro, três serão enterrados no Rio. O outro policial vai ser enterrado em Resende, no Sul do Estado.

Os quatro policiais indentificados como Rogério Melo, Willian de Freitas Schorcht, Camilo Barbosa Carvalho e Rogério Felix Rainha, estavam a bordo da aeronave. Eles participavam da operação liderada pelo Comando de Operações Especializadas (COE), homens de diversos batalhões da PM.

A polícia faz desde a madrugada deste domingo (20), uma operação na Cidade de Deus. Foram apreendidos três fuzis e duas pistolas, com um suspeito. Outro homem que estava com um rádiotransmissor também foi preso. Ele e o material apreendido foram encaminhados para a 32ª DP (Taquara). De manhã, outro homem foi preso em flagrante com trouxinhas de maconha na localidade conhecida como Conjunto Itamar Franco e foi encaminhado para a mesma DP.

Nas redes sociais, páginas do Facebook dos militares recebiam centenas de mensagens de apoio aos familiares das vítimas. Todos os policiais que estavam a bordo do helicóptero tinham mais de 10 anos de experiência dentro da PM.

O corpo do Major Rogerio Melo Costa será sepultado às 16h no Jardim da Saudade, em Sulacap, na Zona Oeste. O corpo do capitão Schorcht será levado para Resende, no Sul do Estado, onde será sepultado. O Subtenente Barbosa será enterrado em Itaboraí, Região Metropolitana do Rio e o Sargento Félix no Cemitério Jardim da Saudade, em Paciência, Zona Norte.

Investigação

Técnicos do terceiro serviço regional do Centro de Investigação e Prevenção de acidentes Aeronáuticos (Cenipa) foram até o local da queda da aeronave na noite de sábado 19) e realizaram a ações iniciais de investigação.

Segundo o Cenipa, os destroços do helicóptero devem ser retirados ainda neste domingo (20) do local da queda. O órgão investiga as causas da queda.

O Globo