“En la economía, también la mujer tiene gran participación. Nadie es más capaz de indicar los desajustes de precios en el supermercado que una mujer. Nadie es más capaz de detectar las fluctuaciones económicas que una mujer por el presupuesto de los hogares” – Michel Temer, presidente de Brasil

Temer diz que mulheres analisam melhor preços de supermercado

Em evento no Palácio do Planalto em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, o presidente Michel Temer cometeu algumas gafes em seu discurso. Ao citar a importância da mulher na economia brasileira, explicou que ninguém melhor do que ela para detectar flutuações de preços no supermercado. Salientou, ainda, que com a volta do crescimento econômico, as mulheres retornarão ao mercado de trabalho além de cuidar dos “afazeres domésticos”.

— Na economia, também a mulher tem grande participação. Ninguém é mais capaz de indicar os desajustes de preço no supermercado do que a mulher. Ninguém é capaz de melhor detectar as flutuações econômicas do que a mulher, pelo orçamento doméstico — disse Temer.

Ao enfatizar que a inflação vem cedendo gradativamente, assim como os juros, o presidente peemedebista relacionou a volta do crescimento à empregabilidade. Nesse contexto, tascou nova gafe:

— Com a recessão indo embora, volta o crescimento, volta o emprego. Hoje, graças a Deus, as mulheres tem possibilidade de empregabilidade que não tinha no ano passado. Com a queda da inflação, dos juros, significa que também, além de cuidar dos afazeres domésticos, terá um caminho cada vez mais longo para o emprego — disse.

Ao dizer que a mulher ainda é tratada como se fosse uma “figura de segundo grau” ela deveria ocupar o primeiro posto em todas as sociedades. E comentou:

— Tenho convicção do quanto a mulher, pela minha criação, pela Marcela, faz pela casa, pelo lar, pelos filhos. Se a sociedade vai bem, se os filhos crescem, é porque tiveram adequada formação em suas casas e, seguramente, quem faz isso não é o homem, é a mulher.

A secretária de Política para as Mulheres, Fátima Pelaes, negou que Temer tenha sido preconceituoso no discurso. Ela disse que ele falava sobre a “realidade”.

— O presidente Michel é muito mais do que palavra, são fatos. Ele não quis dizer que a mulher tem esse papel, mas reconhece a importância da mulher em todas as áreas — disse Pelaes. Com as perguntas dos jornalistas sobre as falas do presidente, ela deixou a entrevista antes do fim.

O Globo