Brasil: el Festival de Río de Janeiro llena la ciudad con el cine del mundo

Festival do Rio começa nesta quinta com novo filme de Guillermo del Toro

Mais uma edição do Festival do Rio está prestes a ser iniciada.

Na noite desta quinta-feira (5), o evento terá abertura, no Cine Odeon, na Cinelândia, com a exibição de A Forma da Água, novo trabalho do aclamado diretor Guillermo del Toro. O longa do cineasta mexicano é ambientado na década de 1960 e trata das grandes transformações sociais ocorridas nos Estados Unidos, ao mesmo tempo em que envolve a temática dos conflitos políticos e bélicos. No elenco principal estão Sally HawkinsMichael Shannon e Richard Jenkins. Já o filme escolhido para encerrar o evento, no sábado (14), também no Odeon, foi Roda Gigante, dirigido por ninguém menos que Woody Allen e estrelado por Justin Timberlake e Kate Winslet.

Esta vai ser a primeira vez que o Festival do Rio não conta com o apoio da Prefeitura, afundada na crise econômica há meses. A falta de verba pública se reflete, inclusive, no número de obras participantes no evento deste ano: apenas 250. Em anos anteriores, o festival chegou a exibir até 500 títulos. Entre os destaques da 19ª edição do Festival do Rio estão Last Flag Flying, de Richard Linklater, As Entrevistas de Putin, de Oliver Stone, Minha Adorável Lavanderia, de Stephen Frears, How to Talk to Girls at Parties, de John Cameron Mitchell, Me Chame Pelo Seu Nome, de Luca Guadagnino, e 120 Batimentos por Minuto, de Robin Campillo.

A Première Brasil, mostra competitiva do evento, exibirá neste ano 33 produções inéditas, sendo 22 longas e 11 curtas-metragens nacionais. As categorias que competem no Festival do Rio são as de Longa-Metragem de Ficção; Longa-Metragem Documentário; Curta-Metragem; Direção de Ficção; Direção de Documentário; Ator; Atriz; Atriz Coadjuvante; Ator Coadjuvante; Roteiro; Montagem; Fotografia; Prêmio Especial do Júri; Longa-Metragem de Ficção de Voto Popular; Longa-Metragem Documentário de Voto Popular e Curta-Metragem de Voto Popular. Sobre valores, quem se sagrar vencedor da categoria de melhor Longa-Metragem de Ficção receberá R$ 200 mil, enquanto o filme ganhador da mostra Novos Rumos será premiado com R$ 100 mil.

Há ainda o Prêmio Felix, que elege, pelo quarto ano consecutivo, o melhor filme de temática LGBTQ através de uma seleção de 32 longas e quatro curtas-metragens. O júri oficial dso Prêmio Felix é composto pelo jornalista Eduardo Graça, pela diretora de teatro, cineasta e antropóloga Isabel Penoni e por João do Corujão, curador executivo do Corujão da Poesia-Universo da Leitura e do Programa Libertação dos Livros). Para conferir a programação completa deste ano, acesse aqui.
Tenhomaisdiscosqueamigos


Festival do Rio agita circuito carioca de cinema

Lançamentos de diretores renomados? Tem. Achados que você nunca vai encontrar em cartaz no shopping? Tem também. Em sua 19ª edição, o Festival do Rio 2017 exibirá, a partir de quinta (5), duas centenas e meia de produções oriundas de mais de sessenta países em vinte endereços da cidade. Os locais vão da Praia de São Roque, em Paquetá (DPA — O Filme passa no dia 12), a salas convencionais, como Odeon, Cinépolis Lagoon, Roxy, Cinemateca do MAM e os espaços do circuito Estação. Na ala dos medalhões, o público poderá assistir a novas realizações de Roman Polanski (Based on a True Story), Stephen Frears (Victoria e Abdul: o Confidente da Rainha), Steven Soderbergh (Roubo em Família), Lucrecia Martel (Zama) e Alexander Payne (Pequena Grande Vida), entre outros. Surpresas se escondem nas mostras em que a programação é subdividida. Por trás dos títulos vistosos das seleções do Panorama do Cinema Mundial e da Première Brasil, produções do Foco Itália devem jogar luz sobre a safra mais recente daquele país.

No programa Midnight Movies, prometem dar o que falar as sessões de pornochanchada japonesa — redescobertos, filmes adultos do estúdio Nikkatsu, de estilo quase pudico, rodados entre 1971 e 1988, ganharam status de cult e são presença garantida em festivais internacionais (vai ter gente matando a saudade da Sexta Sexy, destaque na grade da TV Bandeirantes nos anos 90). Lugar para discussões sérias, o RioMar­ket, a área de negócios do festival, ocupará o Hotel Gran Melià Nacional Rio, em São Conrado, de 9 a 14 de outubro. O pacote para todos os dias custa 500 reais, mas também estão previstos seminários e oficinas gratuitos que podem interessar a estudantes, por exemplo. Tem mais. O Centro Cultural Justiça Federal, no Centro, vai abrigar exibições de realidade virtual e, perto dali, os teatros Rival e Riachuelo receberão programação musical exclusiva, com atrações como as cantoras Alcione e Fabiana Cozza, além da Petrobras Sinfônica, em promissora homenagem a Tim Burton. Procure saber.
Vejario


 Ver programación aquí