Brasil: manifestantes del MST cortaron rutas en reclamo de la Reforma Agraria

Sem Terra bloqueiam trechos das principais rodovias na Paraíba

Cerca de 1.500 Sem Terra bloqueiam desde as primeiras horas desta segunda-feira (24) sete trechos das principais rodovias da Paraíba. Os protestos se concentram nas BR’s 101 e 230.

Os s bloqueios acontecem nos quilômetros 38 e 452 da BR-230, em Santa Rita e Sousa, respectivamente, no quilômetro 108 da BR-101, em Alhandra, no km 128 da BR 412 em Monteiro, No km 70 da BR 361 em Olho d’Água e no km 250 da BR 230, em Juazeirinho. A BR 230, na altura de Bayeux, também está bloqueada.

Segundo Juliane Carneiro, da direção estadual do MST, os Sem Terra exigem do governo federal o assentamento imediato das mais de 3.200 famílias que vivem em baixo da lona preta na Paraíba.

“Essa ações são para chamar a atenção do governo do estado para nossas famílias assentadas e acampadas. Além disso, estamos nas ruas para demonstrar nosso descontentamento com o corte de metade da verba destinada à Reforma Agrária no país”, diz.

Os Sem Terra também exigem a construção de escolas no campo, a desburocratização e implementação do Crédito Apoio Mulher e do Programa Terra Sol.

O Movimento também cobra explicações sobre o Programa do Milho, o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), e o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), todos de responsabilidade da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

No final da manhã será realizada uma reunião com representantes do Incra, governo do estado e Conab para debaterem estes pontos.

MST