Brasil: apuñalaron al candidato de extrema derecha Jair Bolsonaro

Jair Bolsonaro fue apuñalado durante un acto de campaña en Minas Gerais

El candidato presidencial brasileño Jair Bolsonaro, fue apuñalado en la tarde de hoy en Juiz de Fora, Mina Gerais. El candidato del Partido Social Liberal (PSL) fue trasladado de urgencia por su personal de seguridad a una clínica cercana. Por el momento se desconoce su estado.

El agresor fue detenido de inmediato en el lugar del hecho por el personal policial que acompañaba al candidato. De acuerdo al primer informe dado por su hijo Flávio Bolsonaro, el ex capitán del Ejército de Brasil sufrió una herida superficial.

Infobae


Bolsonaro leva facada durante ato de campanha em MG, diz PM

O candidato da extrema-direita a presidente, Jair Bolsonaro (PSL), foi esfaqueado na região do tórax na tarde desta quinta-feira, 6, durante ato de campanha em Juiz de Fora.

No momento da confusão, Bolsonaro estava sendo carregado nos ombros por um apoiador de sua campanha, fazendo corpo a corpo com eleitores, na região do Parque Halfald.

O momento foi registrado e divulgado nas redes sociais.

Brasil 247


Bolsonaro é esfaqueado durante ato de campanha em MG

O candidato à Presidência da República do PSL, Jair Bolsonaro, foi esfaqueado durante ato de campanha em Juiz de Fora na tarde desta desta quinta-feira, 6. O presidenciável foi levado para o hospital e passa bem, segundo familiares. A agenda do candidato foi cancelada. De acordo com Flavio Bolsonaro, filho do presidenciável, o ferimento foi superficial.

“Jair Bolsonaro sofreu um atentado agora em Juiz de Fora, uma estocada com faca na região do abdômen. Graças a Deus, foi apenas superficial e ele pesa bem. Peço que intensifiquem as orações por nós!”, escreveu Flávio Bolsonaro no Twitter.

O agressor foi detido, segundo a Polícia Federal. De acordo com a Coluna do Estadão, a PF vai instaurar inquérito para apurar a agressão. Bolsonaro estava sendo carregado por apoiadores no momento em que sofreu o ataque.

Antes do ataque, tumultos, tensão e bate-boca marcaram a visita do presidenciável ao hospital filantrópico da Associação Feminina de Prevenção e Combate ao Câncer (ASCOMCER) e também um almoço com o candidato em um hotel em Juiz de Fora, Minas Gerais, nesta quinta-feira, 6.

Pacientes idosos em tratamento contra a doença tiveram dificuldade para entrar na unidade, devido a um cordão de isolamento feito por integrantes de um movimento conservador da cidade. Vestidos de preto, eles se diziam policiais e afirmavam fazer “segurança voluntária” do candidato.

Estadao


Confirman la identidad del agresor de Jair Bolsonaro

La policía federal de Juiz de Fora informó que Adélio Bispo de Oliveira, de 40 años, fue detenido después del ataque con un cuchillo contra el candidato presidencial ultraderechista Jair Bolsonaro (Partido Social Liberal, PSL), en un acto de campaña en esa localidad del estado de Minas Gerais.

Bispo de Oliveira fue llevado a la delegación de la policía federal en Juiz de Fora, que ya abrió una investigación sobre el ataque al candidato ultraderechista, que lidera las encuestas de intención de voto (22%) para las elecciones del 7 de octubre próximo. Las fuerzas policiales de Juiz de Fora detuvieron a otro hombre, acusado de haber colaborado en el crimen. Pero, al momento, se desconoce su identidad.

El agresor vive en Montes Claros (Minas Gerais) y actualmente está desempleado. En las redes sociales, Bispo de Oliveira es un crítico asiduo de Bolsonaro, un candidato de línea dura que ha elogiado abiertamente la dictadura militar de Brasil.

Generales de reserva que apoyan al candidato del PSL ya habían alertado del riesgo que corría de ser acuchillado en un acto de campaña. El principal alerta había sido del general del ejército Augusto Heleno (PRP), uno de los militares más próximos a Bolsonaro.

La Nación


BOLSONARO NÃO DEVE SAIR ANTES DE UMA SEMANA OU DEZ DIAS, DIZ MÉDICO

O médico Luiz Henrique Borsato, da Santa Casa de Juiz de Fora (MG), falou a jornalistas depois da cirurgia do candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL), que levou uma facada durante ato de campanha na cidade. Segundo o médico, “antes de uma semana ou dez dias ele não vai receber alta”.

Borsato ressaltou, no entanto, que “não tem como dar certeza” do tempo preciso da internação do candidato, após cirurgia que sucedeu uma facada na região do fígado. Bolsonaro já recebeu a visita de dois filhos. “Ele está consciente, já acordou, reconheceu os filhos”, informou o médico.

Sobre a cirurgia, ele detalhou: “O que houve foi um sangramento na veia abdominal, que logo foi estancado, e lesões nos intestinos grosso e delgado. Foi retirada a parte lesada do intestino grosso e o intestino delgado foi costurado”. “As lesões internas foram graves e colocaram em risco a vida do paciente”, acrescentou. O estado de Bolsonaro é estável, mas o ferimento corre o risco de infecção, disse ainda.

Brasil 247


VOLVER