Bolsonaro confirma que la Copa América se jugará en Brasil

730

Brasil anunció de forma oficial que organizará la Copa América 2021 y reveló sus sedes

Brasil será el organizador de la Copa América 2021 y ya no hay dudas al respecto. El gobierno de dicho país lo hizo oficial la tarde de este martes, a pesar de ser víctima de millones de críticas por el duro momento que viven por culpa de la pandemia por coronavirus. A esto, se le sumó la revelación de las sedes que serán utilizadas para los partidos.

“Copa América confirmada en Brasil”, escribió Luis Eduardo Ramos, Ministro de la Presidencia de Brasil anunciando la noticia. “¡Ganó la coherencia! Albergamos partidos por la Libertadores, Sudamericana, por no hablar de los campeonatos estatales y brasileños, y no podemos darle la espalda a un campeonato tradicional como este”, escribió.

Así mismo, aprovechó para revelar cuáles serán las ciudades en las que los partidos se jugarán. “Las sedes serán Río de Janeiro, Brasilia, Goiania y Cuiaba, sin público”, sentenció.

Este anuncio llega a horas de que el presidente de Brasil, Jair Bolsonaro, dé el visto bueno para la realización del evento. “Si de mi depende, haría la Copa América”, dijo.

Según informó el medio ‘Blog Deportivo’, desde Conmebol no ven la hora de ultimar detalles. “En las próximas horas empieza a viajar gente de Conmebol a Brasil para meterse en la organización, porque esto es una carrera contrarreloj”, dijo el periodista Juan José Buscalia.

“Después de las palabras de Bolsonaro, se dieron grandes pasos rumbo a la oficialización de las sedes en las próximas horas”, dijo.

Argentina y Colombia eran los países elegidos para acoger la Copa América 2021; sin embargo, las distintas complicaciones que viven ambos países (uno por problemas políticos y otro por sanitarios) no podrán organizarlo.

El Comercio


Bolsonaro anuncia estados-sede e diz que Brasil receberá a Copa América deste ano

O presidente Jair Bolsonaro confirmou nesta terça-feira (1º), durante solenidade no Ministério da Saúde, que o Brasil será a sede da Copa América.

Segundo Bolsonaro, os governadores de Distrito Federal, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul, Goiás e “um quinto que chegou um pouco atrasado” aceitaram receber jogos da competição a partir do próximo dia 13. Ele não mencionou o quinto estado.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), rival político de Bolsonaro, chegou a declarar que aceitaria receber partidas da Copa se fossem adotadas as medidas preventivas estabelecidas no estado. Mas, no fim da tarde, Doria, disse que, após consulta ao Centro de Contingência do Coronavírus de São Paulo, concluiu que seria uma “má sinalização” realizar partidas no estado. “A prioridade é conter a pandemia”, disse.

Depois do anúncio de Bolsonaro, o ministro Luiz Eduardo Ramos (Casa Civil) publicou em uma rede social que serão quatro sedes: Distrito Federal, Rio de Janeiro, Mato Grosso e Goiás. A assessoria da Casa Civil confirmou o Mato Grosso como sede (e não Mato Grosso do Sul, como disse Bolsonaro).

“Escolhemos as sedes em comum acordo, obviamente, com os governadores. Agora, já tivemos quatro governadores: aqui de Brasília, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul e Goiás. E mais um agora, que chegou um pouco atrasado, também se prontificando a sediar a Copa América. Então, ao que tudo indica, prezado Queiroga, seguindo os mesmos protocolos, o Brasil sediará a Copa América”, afirmou Bolsonaro.

Nesta segunda-feira (31), o ministro Luiz Eduardo Ramos (Casa Civil) afirmou que o governo daria nesta terça uma “posição final” sobre a realização da copa no Brasil. O anúncio de que o Brasil seria a sede da competição tinha sido feito mais cedo pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol). A entidade chegou a agradecer o presidente Jair Bolsonaro por “abrir as portas” do país.

“Confirmada a Copa América no Brasil. Venceu a coerência! O Brasil que sedia jogos da Libertadores, Sul-Americana, sem falar nos campeonatos estaduais e brasileiro, não poderia virar as costas para um campeonato tradicional como este. As partidas serão em MT, RJ, DF e GO, sem público”, escreveu Luiz Eduardo Ramos em rede social.

Especialistas em saúde criticaram a escolha do Brasil em meio à pandemia. O país soma mais de 460 mil mortes por Covid, além de 16,5 milhões de casos confirmados da doença. Senadores da CPI da Covid também criticaram a iniciativa

Bolsonaro fez o anúncio durante cerimônia de transferência de tecnologia da vacina contra a Covid da Universidade de Oxford e da farmacêutica AstraZenica para a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Confirmada a Copa América no Brasil. Venceu a coerência! O Brasil que sedia jogos da Libertadores, Sul-Americana, sem falar nos campeonatos estaduais e brasileiro, não poderia virar as costas para um campeonato tradicional como este. As partidas serão em MT, RJ, DF e GO, sem público.

O governo informou ter sido consultado, por intermédio da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), sobre a possibilidade de receber a Copa América, após as desistências dos dois países-sede, Colômbia e Argentina. Nos dois países, há aumento de casos de Covid — a Colômbia também enfrenta uma crise social e política.

Segundo Bolsonaro, os ministros consultados foram unânimes em admitir receber o evento. “Não tínhamos porque ter qualquer posição contrária”, declarou.

G1


VOLVER

Más notas sobre el tema