Fuertes lluvias ocasionaron 10 muertes y miles de personas damnificadas en el sureste del país

1.048

Brasil: tormentas dejaron un saldo de 10 muertos y miles de damnificados

Las tormentas en Minas Gerais provocaron la muerte de 10 personas y dejaron miles de damnificados.

Los fallecidos, entre ellos una niña de once años, se registraron en los municipios de Brumadinho, São Gonçalo do Rio Abaixo, Ervália y Caratinga como consecuencia de lluvias, deslizamientos o inundaciones.

En lo que va del Verano, 19 personas murieron en este estado del sudeste de Brasil, sin contar a una decena que falleció el fin de semana por el desprendimiento de un macizo de roca de un despeñadero sobre varias lanchas que recorrían un lago turístico de Furnas.

El balance da cuenta de 17.237 personas que debieron dejar sus hogares o necesitan refugio debido a las precipitaciones.

La Gaceta


Chuva em Minas Gerais causa 10 mortes em 24 horas

Por Júlia Marques

A Defesa Civil de Minas Gerais registrou, em apenas 24 horas, mais 10 mortes em decorrência da chuva que atinge o Estado. No total, 19 pessoas morreram em deslizamentos e enchentes desde o início do período chuvoso. Pelo menos três vítimas são crianças. A previsão para o Estado ainda é de chuva intensa nesta terça-feira (11). Moradores temem o rompimento de barragens, e bombeiros fazem alertas para que pessoas em área de risco deixem suas casas.

Entre as 19 mortes registradas em Minas, cinco foram contabilizadas na noite desta segunda-feira (10), depois que um carro foi encontrado soterrado em Brumadinho, na Região Metropolitana. O veículo pertencia a uma família, que viajava de Paula Cândido, no interior, em direção ao Aeroporto de Confins. Três adultos e duas crianças não resistiram.

Na madrugada de segunda-feira (10), o desabamento do muro de uma casa deixou uma criança de 10 anos soterrada em São Gonçalo do Rio Abaixo. Em Ervália, também no interior, um deslizamento de terra atrás de um bar causou a morte de um jovem de 20 anos.

Já em Caratinga, um veículo foi arrastado pela enchente quando tentava atravessar uma ponte sobre um rio — uma pessoa conseguiu nadar até a margem, mas o motorista do veículo, 41 anos, não resistiu. Na mesma cidade, foi registrada a morte de um homem de 28 anos vítima de um deslizamento de encosta.

No total, 145 municípios estão em situação de emergência e 13,7 mil pessoas estão desalojadas. Alertas sobre a possibilidade de rompimento de uma barragem tiraram famílias de suas casas em Pará de Minas, a 85 quilômetros de Belo Horizonte, e municípios próximos.

No sábado (8), o transbordamento de um dique em Nova Lima, na Região Metropolitana, desalojou famílias e causou a interdição da BR-040, que liga Belo Horizonte ao Rio de Janeiro. No mesmo dia, o desmoronamento de parte de um cânion na cidade de Capitólio sobre uma embarcação turística deixou 10 mortos, mas a causa ainda está sendo investigada.

Segundo a Defesa Civil, nesta terça-feira, as condições meteorológicas ainda são favoráveis ao tempo instável. Chuva forte pode ser registrada nas regiões Oeste, Sul, Sudoeste, Campo das Vertentes, Zona da Mata e Triângulo Mineiro. Na capital mineira e na Grande Belo Horizonte, a intensidade das chuvas deve ser menor nesta terça em relação aos últimos dias.

Gauchazh

Más notas sobre el tema