Brasil | Alckmin confirma que quiere ser el compañero de fórmula de Lula y el viernes será un día clave

607

Alckmin quiene ser el compañero de fórmula de Lula en Brasil

El expresidente y principal candidato opositor para las elecciones presidenciales en Brasil de octubre próximo, Luiz Inácio Lula da Silva, confirmó este martes que tendrá una reunión el viernes con el Partido Socialista Brasileño (PSB) que presentará a Geraldo Alckmin para ser su candidato a vicepresidente.

“Voy a tener una reunión el viernes en la que el PSB propondrá a Alckmin como vicepresidente y lo llevaremos al PT para discutirlo”, dijo el líder del Partido de los Trabajadores (PT) a la radio Lagoa Dourada, citada por el portal Brasil247.

El PSB presentará a Alckmin, exgobernador de San Pablo, como compañero de fórmula del expresidente Da Silva, quien lidera todas las encuestas de intención de voto para las presidenciales, en las que Jair Bolsonaro buscará su reelección.

La conformación de la lista para postularse a la presidencia debe ser aprobada en una reunión del directorio del PT, donde, a pesar de la resistencia de un ala minoritaria, más a la izquierda, la decisión ya fue tomada y negociada incluso antes de que Alckmin se afiliara al PSB.

Télam


Alckmin será confirmado como vice de Lula na sexta, diz PSB

O ex-governador Geraldo Alckmin será confirmado como pré-candidato à vice na chapa com o ex-presidente Lula na próxima sexta-feira (8), assegurou o presidente do Partido Socialista Brasileiro (PSB), Carlos Siqueira à CNN Brasil.

Nesta terça-feira (5), Lula deu declarações à rádio Lagoa Dourada sobre a chapa com ex-governador paulista e também confirmou a movimentação.

“Então eu e o Alckmin podemos estar juntos na chapa. Eu vou ter uma reunião na sexta-feira em que o PSB vai propor o Alckmin de vice e isso nós vamos levar para discutir no PT. E você pode ficar certo que, se nós estivermos juntos, vamos reconstruir o Brasil, porque somos dois democratas, gostamos da democracia, exercemos a democracia e temos como prova o exercício dos nossos mandatos.”

Bahia.ba


Lula: “aborto deveria ser transformado em questão de saúde pública, e não é uma vergonha”

O ex-presidente Lula saiu em defesa do aborto, e defendeu que a questão seja tratada como tema de saúde pública. Ele criticou ainda a desigualdade, expressada na facilidade que mulheres ricas possuem em garantir o “direito”.

“Mulheres pobres morrem tentando fazer aborto, porque o aborto é proibido, é ilegal. […]. Quando que a madame pode ir fazer um aborto em Paris, escolher ir para Berlim. Na verdade, deveria ser transformado em uma questão de saúde pública e todo mundo ter direito, e não vergonha”, disse Lula durante o debate “Brasil-Alemanha – União Europeia: desafios progressistas – parcerias estratégicas”, realizado pela Fundação Perseu Abramo (FPA) e pela Fundação Friedrich Ebert (FES).

Lula afirmou ainda que a pauta da família e dos valores está “muito atrasada” no Brasil:

“Essa pauta da família, dos valores é muito atrasada. E ela é utilizada por um homem que não tem moral para fazer isso […]. É esse cidadão que tenta pregar valores para um grupo brasileiro que acredita. E eu acho que nós que temos que assumir essa discussão tentando fazer a sociedade evoluir, e não compartilhando do retrocesso que a gente tem nessa discussão“, disse Lula em referência a Jair Bolsonaro.

Brasil 247

Más notas sobre el tema