Bolsonaro responde a Leonardo DiCaprio que “mantenga la boca cerrada” tras críticar la política ambiental de Brasil

660

La inesperada respuesta de Jair Bolsonaro a Leonardo DiCaprio: “Mantenga la boca cerrada”

El presidente de Brasil, Jair Bolsonaro, dijo este martes que lo “mejor” sería que el actor Leonardo DiCaprio “mantuviera la boca cerrada en vez de decir tonterías”, en relación a los dichos que lanzó hace unos días por los altos índices de deforestación de la Amazonía.

Desde que asumió su mandato, Bolsonaro, ha defendido medidas para permitir la explotación económica y minera de la Amazonía y restringir las reservas indígenas, afirmó que DiCaprio realiza críticas sin fundamento y desconoce la importancia de que Brasil utilice sus tierras para producir alimentos para todo el mundo.

“De nada sirve publicar videos mentirosos diciendo que la Amazonía se está incendiando y que eso va a cambiar el clima en el mundo, que no funciona. Especialmente si DiCaprio publica una fotografía de hace 20 años”, agregó el mandatario.

DICAPRIO VS BOLSONARO

Esta es la segunda vez en una semana que el presidente de Brasil responde las críticas de DiCaprio.

“Brasil es el hogar de la Amazonía y otros ecosistemas críticos para el cambio climático”, publicó la estrella de Hollywood en Twitter el pasado jueves. “Lo que sucede allí nos importa a todos y el voto de los jóvenes es clave para impulsar el cambio por un planeta saludable “, agregó.

“¡Gracias por tu apoyo, Leo! Es muy importante que todos los brasileños voten en las próximas elecciones. Nuestro pueblo decidirá si quiere mantener nuestra soberanía sobre la Amazonía o ser gobernado por ladrones que sirven a intereses extranjeros”, respondió el mandatario en un mensaje en su cuenta de Twitter.

Cronista


Bolsonaro: “É bom o Dicaprio ficar de boca fechada em vez de falar besteira”

Por Ingrid Soares

O presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a criticar o ator Leonardo DiCaprio por seu engajamento ambiental em relação ao Brasil e à Amazônia. Em conversa com apoiadores na saída do Palácio da Alvorada, nesta terça-feira (3/5), o chefe do Executivo disse que “é bom o Dicaprio ficar de boca fechada em vez de falar besteira por aí”.

O chefe do Executivo afirmou que sua gestão tem boa política de preservação e destacou que o mundo também depende da produção do agronegócio do país para a política alimentar.

“O nosso agronegócio é exemplo para o mundo, além da preservação ambiental. Nós somos exemplo para o mundo. Tanto é que a Europa está mudando a legislação ambiental. Não adianta fazer videozinho mentiroso, de que está pegando fogo na Amazônia, de que vai mudar o clima no mundo. Isso não funciona”, argumentou.

Em seguida, Bolsonaro citou o ator hollywoodiano. “O DiCaprio está colocando fotografias de 20 anos atrás. Agora, o DiCaprio tem que saber que a própria presidente-diretora da OMC (diretora-geral da Organização Mundial do Comércio, Ngozi Okonjo-Iweala) falou que, sem o agronegócio brasileiro, o mundo passa fome. Então, é bom o DiCaprio ficar de boca fechada em vez de ficar falando besteira por aí. Aqui no Brasil também tem um montão de gente”, completou.

No último dia 29, DiCaprio fez um post no Twitter pedindo para que a população brasileira regularize o título de eleitor e chamando a atenção sobre como o voto pode impactar o futuro da Amazônia. Bolsonaro respondeu ao artista.

A postagem do ator dizia: “O Brasil abriga a Amazônia e outros ecossistemas críticos para as mudanças climáticas. O que acontece lá é importante para todos nós e o voto dos jovens é fundamental para impulsionar a mudança para um planeta saudável”. Na sequência, o ambientalista compartilhou um link com o passo a passo para regularizar o título de eleitor.

“Obrigado pelo apoio, Leo. É realmente importante ter todos os brasileiros votando nas próximas eleições. Nosso povo decidirá se quer manter nossa soberania sobre a Amazônia ou obedecer aos trapaceiros que servem a interesses especiais estrangeiros”, ironizou Bolsonaro, em inglês. “Bom trabalho em O Regresso”, acrescentou, em referência ao filme que rendeu um Oscar, em 2015, ao ator norte-americano.

Na sequência, Bolsonaro também comentou que em uma postagem de 2019 sobre as queimadas na Amazônia, Leo teria usado uma foto antiga para falar do tema.

Ontem, o ator repetiu mobilização pelas redes para que os jovens brasileiros tirem títulos de eleitor.

“Obrigado aos heróis da democracia no Brasil que estão ajudando os jovens a se registrar para votar. Para saber mais sobre como tirar o seu título online até o dia 4 de maio, acesse http://seuvotoimporta.org, http://cadavotoconta.org.br, http://olhaobarulhinho.com”, escreveu.

Correio Braziliense

Más notas sobre el tema