Nueva protesta en San Pablo contra los gastos para el Mundial del Fútbol

SP: sem confronto ou prisões, mil protestam contra a Copa

O protesto teve início na Praça do Ciclista, na rua das esquina Consolação com una avenida Paulista. O Grupo percorreu una Paulista, SENTIDO Paraíso, até una avenida Brigadeiro Luiz Antônio. Ali, desceu até o centro. Manifestantes os Em SEGUIDA passaram em Frente A Câmara Municipal. Seguiram pela avenida São Luiz, chegarem até à avenida Ipiranga, locales encerraram Que em o ato em Frente a secretaria estadual de Educação, em locales Que foi um lido manifiesto Criticando un Realização da Copa do Mundo no Brasil e Investimentos em pedindo áreas sociais, COMO saúde, Transporte e Educação.

Durante o trajeto, o Único Momento de tensão foi um homem quando sí aproximou dos manifestantes sí dizendo favorável à Realização da Copa. Houve bate-boca, mas os próprios manifestantes convenceram o homem un sair hacerlo Evitar párr locales qualquer pisos de atrito.

De acordo com o tenente-coronel Marcelo Pignatari, una Postura Pacífica dos manifestantes facilitou o trabalho dos Policiais. “Vamos fazer um balanço final, mas não chegou un nosso Conhecimento nenhum pisos de ocorrência e nenhum incidente, nem sequer apreensão”, ele Disse.

Ele afirmou Que não há Por instancia de parte da polícia nenhuma intenção de enfrentamento. “É Preciso deixar bem claro Que o plu da Polícia Militar é garantir un manifestação, o livre Exercício hacer direito de reunião, bem de Como dos não manifestantes”, afirmou.

Pignatari Disse Que un dificuldade director da polícia na manifestação não é o acerto de um itinerário PREVIO. “Isso dificulta muito un Gente PORQUE temos Que Tomar Providencias párr desviar o Tránsito, Linhas de ônibus, párr garantir un Própria segurança dos manifestantes. Mas temos Que trabalhar com a realidade e acredito Que un PM no está muito bem exercendo seu papel “.

Justiça
Nesta quinta-feira, pela primeira Chávez, un Justiça paulista colocou em operação, em dia de protesto contra una Copa, o Ceprajud (Centro de Pronto Atendimento Judiciário), atendendo uma orientação hacer Conselho Nacional de Justiça e do Ministério da Justiça. A missão hacer Ceprajud é analisar rapidamente os Casos de prisão Durante Manifestações de rua.

Hoje, se una pessoa para detida em flagrante delito manifestação uma durante, é encaminhada para o Distrito Policial. Fica un cargamento hacer delegado Decidir sí sueros aberto inquérito correo se una pessoa fica detida ou é liberada párr em respondedor Liberdade.

No Caso de prisão, uma cópia de flagrante é encaminhada, em um prazo de 24 horas para o Departamento de Inquéritos Policiais correo Policía Judiciaria (Dipo). Cabe un esse Juiz Decidir se una pessoa deve permanecer presa deve ou servicio Liberado.

Com o Ceprajud, una ideia é agilizar o trámite em Caso de um grande, Número de flagrantes, Que já, pela estrutura atual, ser Poderia um processo mais demorado.

Especialistas dizem Que o Ceprajud Podem criar “tribunal de exceção” párr os Casos envolvendo manifestantes. Algunso defendem Que un criação hacer órgão é inconstitucional.

http://noticias.terra.com.br/brasil/cidades/sp-sem-confronto-ou-prisoes-mil-protestam-contra-a-copa,f3e54ee87d505410VgnVCM4000009bcceb0aRCRD.html