Movimiento Passe Livre realiza segunda protesta nacional contra aumento del transporte

Após levar milhares de pessoas às ruas na semana passada contra o aumento no transporte público, o Movimento Passe Livre (MPL) já programa o segundo ato em diversas cidades pelo Brasil.

Em São Paulo, de acordo com o movimento, mais de 30 mil pessoas participaram do protesto na última sexta-feira (9). Após um pequeno grupo atacar vidraças de um banco de uma concessionária de automóveis, a Policia Militar agiu com truculência mais uma vez, deixando feridos e prendendo 51 pessoas.

No Rio de Janeiro, um vídeo mostra uma mulher sendo arrastada por um PM durante o ato. Apesar de gritar repetidas vezes que o policial poderia ter quebrado seu braço, o PM insistiu em algemá-la.

Além das grandes manifestações, o Movimento vem fazendo atividades nas periferias das cidades e aulas públicas para ajudar a organizar a luta contra o aumento. Em São Paulo, bairros como Pirituba, Grajaú, M`Boi Mirim, Parelheiros e São Mateus receberam ou receberão assembleias e comitês nesta semana. No Rio de Janeiro, uma aula pública foi realizada na última quarta-feira (14) no Buraco do Lume, no centro.

Saiba as datas e onde irão ocorrer as atividades já programadas

16/01 – São Paulo – 17 horas – Praça do Ciclista (Avenida Paulista)
16/01 – Rio de Janeiro – 17 horas – Praça Pio X (Centro)
16/01 – Belo Horizonte – 17 horas – Praça Sete (Centro)
16/01 – Florianópolis – 17 horas – Terminal de Integração do Centro
23/01 – Salvador – 15 horas – Campo Grande
23/01 – Osasco (SP) – 17 horas – Estação Osasco da CPTM
23/01 – Praia Grande (SP) – 16 horas – Terminal Tude Bastos

Brasil de Fato