Brasil: unas dos mil personas se manifiestan en Brasilia por el impeachment contra Dilma

Protesto pede impeachment de Dilma em Brasília

BRASÍLIA – Cerca de 2 mil pessoas, nas estimativas da Polícia Militar (PM), foram neste domingo à Esplanada dos Ministérios em Brasília protestar contra a corrupção e pedir o impeachment da presidente Dilma Rousseff. Parte dos manifestantes também defendeu a intervenção militar para tirar a presidente do poder. Entre os descontentes, há vários que exibem cartazes contra Dilma, o PT e a corrupção.

Segundo informações da PM, um manifestante foi preso por injúria racial a um policial. Ele o agrediu quando tentava invadir o espelho d’água do Congresso Nacional. Ele foi encaminhado para a 5a Delegacia de Polícia do Distrito Federal.Outro foi detido no início da tarde por porte de entorpecentes.

Durante o ato, um grupo furou o bloqueio policial para invadir o espelho d’água do Congresso. Os policiais usaram spray de pimenta para conter os manifestantes, que queriam invadir o Congresso. Eles chegaram a ser detidos, mas logo foram liberados.

Apesar da forte chuva em Brasília na tarde deste domingo, o protesto continua ocorrendo. Às 18h, integrantes do Movimento Brasil Livre (MBL), que estão acampados em frente ao Congresso, programam uma vigília pelo impeachment.

O protesto ocorre dois dias depois de cerca de 4 mil pessoas – a maioria ligada à União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) – terem percorrido a Esplanada contra o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, e o impeachment de Dilma.

 

O GLOBO