Según encuesta de Ibope, si las elecciones fuesen hoy Dilma Rousseff ganaría en primera vuelta

Ibope: Dilma ganharia em 1º turno contra Campos e Aécio Neves

A presidente Dilma Rousseff venceria no primeiro turno se as eleições presidenciais fossem realizadas hoje. A conclusão é da última edição da Pesquisa Ibope, divulgada nesta quinta-feira. No cenário em que enfrentaria Aécio Neves, pelo PSDB, e Eduardo Campos, pelo PSB, a presidente teria 41% das intenções de voto, enquanto o tucano teria 14% e o pessebista 10%.

Em um cenário com a ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva, a presidente teria 39%, enquanto a ex-ministra teria 21% e o tucano teria 13%.

A pesquisa também traz o cenário no qual o ex-governador de São Paulo José Serra substituiria Aécio Neves. Nessas condições, Dilma Rousseff teria 40%, José Serra 18% e Eduardo Campos 10%.

Há um cenário – com Marina e Serra juntos, ou seja, o mesmo cenário de 2010 – em que aparece uma situação de empate técnico, mas com pequena vantagem para Dilma. Se a candidata do PSB fosse Marina Silva, Dilma Rousseff teria 39%, Marina Silva teria 21% e José Serra teria 16% – ou seja, 39% de Dilma contra 37% dos outros dois candidatos juntos. Há um empate técnico, já que a margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

A pesquisa foi realizada entre 17 e 21 de outubro, em 143 munícipios brasileiros e ouviu 2.002 pessoas.

Na pesquisa espontânea, o nome mais citado é o de Dilma Rousseff, com 21% das intenções de voto, seguido pelo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, com 7%, de Marina Silva, com 6%, de Aécio Neves, com 5%, e de José Serra, com 4%. O governador de Pernambuco, Eduardo Campos, foi citado por 2%.

Campos é também o pré-candidato menos conhecido entre os eleitores. Segundo a pesquisa, 20% responderam que não o conhecem o suficiente. Ele é seguido por Aécio (17%), Marina (6%), Serra (4%) e Dilma (1%).

Serra é o que apresenta a maior rejeição entre os entrevistados pela pesquisa. Ao todo, 47% disseram que não votariam nele de jeito nenhum para a sucessão presidencial. Ele é seguido por Aécio (40%), Campos (39%), Dilma (38%) e Marina (31%).

A pesquisa também perguntou aos entrevistados sobre a avaliação deles em relação ao atual governo federal. A administração é considerada ótima ou boa para 38%, regular para 35% e ruim ou péssima para 26%. Ao todo, 53% disseram que aprovam a maneira como a presidente tem gerido o país, contra 42% que desaprovam.

O presidente do PT, Rui Falcão, considerou “animadora” a pesquisa Ibope, mas ressaltou que o partido não pode fica de “salto alto” nem subestimar os adversários.- A pesquisa de hoje é animadora, muito embora pesquisa reflita o momento, e não pode nos levar ao salto alto e a subestimar os adversários, que são poderosos e têm apoio da grande mídia monopolizada – disse Falcão, durante debate dos candidatos à presidência do PT.

Ele ressaltou ainda que a pesquisa Ibope não captou os efeitos do leilão do megacampo de Libra, da liberação de R$ 13 bilhões para pavimentação e saneamento no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC2), e medidas de desburocratização para a criação de pequenas empresas.

Ao abrir o debate, o mediador anunciou o resultado da pesquisa Ibope, que foi aplaudido pelo auditório. O PT realiza eleições internas no dia 11 de novembro.

Aécio Neves divulgou a seguinte nota sobre a pesquisa:

“Os números do Ibope divulgados hoje mostram basicamente o mesmo quadro pré-eleitoral. O fato relevante é que a avaliação positiva do governo é de apenas 38%. Um fraco desempenho frente ao enorme esforço da propaganda oficial, com uso de campanhas milionárias, sucessivas convocações de rede nacional de TV e rádio, um intensivo roteiro de viagens como candidata e anúncios superestimados de resultados do governo. Apesar de tudo isso, essa pesquisa confirma o que todas as outras vêm apontando: cerca de 60% dos eleitores não querem dar um segundo mandato a atual presidente.”
http://oglobo.globo.com/pais/ibope-dilma-ganharia-em-1-turno-contra-campos-aecio-neves-10530537