Anuncian récord de 9,5 millones de inscriptos en enseñanza media

ENEM SE CONSOLIDA E BATE RECORDE COM 9,5 MILHÕES

O ministro da Educação, Henrique Paim, e o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Chico Soares, anunciaram neste sábado (24), em Brasília, que 9.519.827 pessoas se inscreveram para a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2014, o que equivale a um aumento de 21,8% no número de inscritos em relação à edição de 2013, quando 7.834.017 se inscreveram. Em 2012, foram 6.495.446 inscritos e em 2011 haviam sido 6.221.697. Os números, sempre crescentes, só reforçam a força do programa e sua capilaridade, o que o torna o principal exame de acesso ao Ensino Superior no país. A presidente Dilma Rousseff (PT) comemorou o resultado no Twitter: “o Enem alcançou 9 milhões de inscritos, um recorde!”, disse.

“Todo ano achamos que chegamos ao um determinado patamar que não tem como crescer. Mas alcançamos esse crescimento 21,8%. Então isso prova que temos uma grande expectativa dessa questão da educação. Cada vez mais as pessoas estão percebendo que podem mudar suas vidas por meio da educação”, afirmou o ministro.

O prazo para inscrições terminou às 23h59 desta sexta (23). Os candidatos que não têm isenção na taxa de inscrição, no valor de R$ 35, podem pagar o boleto no banco até a próxima quarta (28). Ficam isentos da cobrança todos os alunos de escola pública ou que comprovarem renda familiar mensal inferior a R$ 1.086. Só depois do fim do prazo para o pagamento da taxa é que o Inep deve divulgar o número final de pessoas inscritas e aptas a fazer a prova, que este ano será realizada nos dias 8 e 9 de novembro.

O ministro Henrique Paim informou que, em média, 60% dos inscritos são isentos do pagamento, mas que os demais devem efetuar o pagamento até, no máximo, dia 28 de maio. “O pagamento tem que ser efetuado no dia 28. Não pode ser agendado, pela internet, para o dia 30, por exemplo”, frisou.

O Enem ocorrerá em dois dias seguidos. No sábado, dia 8 de novembro, os participantes farão as provas de ciências humanas e ciências da natureza, das 13h às 17h30 (horário de Brasília). No domingo, dia 9, serão aplicadas as provas de linguagens e códigos, matemática e redação. Nessa data, o tempo do exame será mais longo, entre as 13h e as 18h30 (horário de Brasília).

Segundo o MEC, serão impressas 18,3 milhões de provas (incluindo normal, ampliada, ledor e braile – estas três últimas, para quem tem diferentes graus de deficiência visual) em 1.699 municípios do país. Este ano, 785 mil funcionários vão ajudar na realização do Enem, entre coordenadores de locais de aplicação, assistentes de coordenação, chefes de sala, fiscais e apoio. Em todo o Brasil, haverá 16,6 mil locais de exame.

http://www.brasil247.com/pt/247/brasil/140993/Enem-se-consolida-e-bate-recorde-com-95-milh%C3%B5es.htm